Crédito imobiliário em alta: cuidados antes de assumir um financiamento

A recente redução dos juros da Caixa Econômica Federal (CEF) para financiamento de imóvel deixou o crédito imobiliário em alta, fazendo com que o segmento reacendesse as esperanças de reaquecimento.

Apesar de o processo de financiamento imobiliário ter ficado mais acessível, com os juros menores impactando diretamente no valor das parcelas, é preciso ter cautela com esses compromissos a longo prazo.

No decorrer deste artigo, relacionamos algumas precauções que você deve tomar para não se prejudicar no futuro. Confira!

Faça um controle de gastos minucioso

Sim. A redução na taxa de juros para o crédito imobiliário é uma excelente notícia que tem causado burburinho no mercado de imóveis.

No entanto, é preciso se preparar financeiramente para um compromisso de longo prazo, seja ele financiamento de imóvel ou de automóveis, por exemplo.

Comece colocando no papel, ou em uma planilha eletrônica, todos os gastos fixos que você tem: desde custos com plano de saúde até a assinatura do seu serviço de streaming.

Por menor que seja o compromisso, ele deve ser contabilizado, pois cada centavo poderá fazer a diferença na hora de fechar o mês.

Projete suas finanças considerando um financiamento de imóvel

Depois de ter feito a relação de seus gastos e ter concluído que é possível assumir o compromisso de financiar um apartamento ou uma casa, é preciso fazer um exercício de projeção.

Projetar suas finanças, já considerando o valor do financiamento que está pretendendo realizar, é fundamental para não se encontrar em uma situação financeira complicada.

É preciso considerar, inclusive, a reserva de um percentual de sua renda que poderá ser utilizado em situações emergenciais.

Ter esse raciocínio é a principal garantia de que você não terá problemas financeiros e irá usufruir do novo bem com toda a tranquilidade possível.

Aproveite os baixos juros do crédito imobiliário em alta

Quando uma instituição financeira, como a Caixa, reduz sua taxa de juros, o mercado tende a se movimentar na mesma direção para não perder competitividade.

Essa movimentação é um ganho para quem busca crédito imobiliário. Mas é preciso ficar atento e analisar propostas de todas instituições financeiras.

Isso porque, em alguns casos, um banco que oferece uma taxa de juros um pouco mais elevada pode beneficiar seu cliente com outros serviços ou facilidades.

Por exemplo: banco B oferece taxa de juros 0,1% superior ao banco A, mas inclui seguro residencial completo e até sorteio de prêmios em seu plano de financiamento de imóvel.

Prepare-se para os custos adicionais

A taxa de juros não é o único calcanhar de Aquiles de quem busca aproveitar o crédito imobiliário em alta.

Se atentar aos custos adicionais, como o Custo Efetivo de Transação (CET) e as taxas para avaliação e transferência do imóvel, é importante para não levar um susto.

Normalmente, as taxas envolvidas em uma transação imobiliária são: Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), Escritura pública, Registro do imóvel e taxa de corretagem.

Procure ajuda especializada

Como observado, o financiamento de imóvel é um passo que demanda uma análise criteriosa da sua saúde financeira.

Além disso, é preciso pesquisar as melhores taxas de juros, precificação dos imóveis e até mesmo a projeção de valorização do bem que se quer adquirir.

Por tudo isso é importante contar com ajuda especializada na hora de aproveitar o crédito imobiliário em alta para investir nas melhores opções de imóveis em Fortaleza.

Afinal, um negócio mal feito poderá causar problemas que nem uma taxa de juros mais em conta aliviará o seu prejuízo.

Então, quando for investir no financiamento de imóvel em Fortaleza e região, conte com a expertise da Alian Soluções Imobiliárias para você aproveitar o crédito imobiliário em alta. Basta ligar para (85) 3266-5000 ou chamar nossa equipe no WhatsApp (85) 98199-5010.

Deixe uma resposta