Como resolver a dificuldade de pagar financiamento imobiliário

Nos últimos anos, o crédito imobiliário em alto, principalmente por causa Programa Mina Casa Minha Vida, aqueceu o mercado imobiliário.

No entanto, o país fechou 2018 com 2,30% dos contratos inadimplentes, segundo dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Se você é um dos brasileiros que têm dificuldade de pagar financiamento imobiliário, confira algumas dicas em nosso artigo e limpe o seu nome!

As principais causas da inadimplência dos contratos

Antes de saber como resolver, é fundamental entender como as pessoas costumam inflar o número de contratos inadimplentes no financiamento de imóveis.

Uma das principais causas é a falta de planejamento econômico, em que as pessoas não projetam de forma correta os gastos extras na compra de um imóvel e acabam prejudicando sua saúde financeira.

Além disso, também há o fato de o brasileiro não ter o costume de poupar, ficando mais suscetível aos efeitos de crises econômicas.

Ou seja, a pessoa que não se planeja bem financeiramente fica à mercê do aperto financeiro com gastos não previstos e com uma possível perda de emprego ou aumento da taxa de juros.

Dicas para resolver a dificuldade de pagar financiamento imobiliário

Agora que conhecemos os dois principais motivos da inadimplência dos contratos de financiamento de imóveis, como resolvê-la?

Planeje seus gastos

Na verdade, o primeiro passo é replanejar e não planejar seus gastos, eliminando coisas desnecessárias e priorizando os gastos básicos para sobrevivência e dignidade.

O mais indicado é colocar tudo no papel, ou em uma planilha, e fazer os cálculos de com que você mais gasta e das possibilidades de reduzir ou extinguir essas despesas.

Use seu saldo do FGTS

O saldo do seu FGTS pode ser utilizado tanto para abater sua dívida e reduzir a dificuldade para pagar o financiamento imobiliário.

A redução mais indicada é por meio do abatimento no valor das parcelas mensais. Mas, se houverem poucas a vencer, você pode até mesmo quitar a dívida total.

Busque renegociar a dívida

Quando não há o que enxugar ou saldo no FGTS para ser utilizado, é o momento de recorrer à instituição financeira responsável pelo contrato e renegociar a dívida.

Normalmente, as financeiras oferecem um novo crédito imobiliário, quitando o anterior e estendendo o saldo devedor por mais tempo.  

Mas cuidado, pois você poderá cair em uma armadilha.

Avalie a portabilidade do financiamento

Se a instituição financeira não quiser negociar seu financiamento imobiliário, você tem a possibilidade garantida por lei de fazer a portabilidade do financiamento.

Você deverá solicitar ao banco atual a evolução da dívida e acionar outras instituições para portar os débitos para elas.

Não deixe de conferir todas as taxas cobradas e se o valor das parcelas realmente será reduzido.

Considere vender o seu bem

Ninguém financia um imóvel querendo devolvê-lo devido à dificuldade financeira. Mas em alguns casos é preciso pensar na venda do apartamento ou da casa para conseguir honrar seus compromissos.

Dependendo do negócio feito ou do bem, você pode transferir o financiamento e, com o saldo reposto, comprar uma casa ou apartamento sem se complicar para cultivar a sua saúde financeira.

Opte por um sócio para seu imóvel

Esta é uma dica não muito usual, mas é válida para quem está com dificuldade de pagar financiamento imobiliário.

Essa estratégia costuma ser muito utilizada por quem deseja realizar um investimento imobiliário, seja entrando como reforço da renda no financiamento ou comprando parte do imóvel à vista.

Como pode ver, existem diversas formas de driblar o descontrole financeiro e resolver a dificuldade de pagar financiamento imobiliário.

Mas é preciso ficar atento à melhor estratégia para a sua realidade financeira.

Ficou com dúvidas? Use os comentários para escrever para nós ou entre em contato com a Alian Soluções Imobiliárias.

Deixe uma resposta